Análise Processador Intel Core i9-7900X

0
32


O Intel Core i9-7900X é um dos modelos de alta performance da linha X-series (Skylake-X), com um total de 10 núcleos e 20 threads. Ele representa um sucessor do modelo topo de linha da geração Broadwell-E, o Core i7-6950X, modelo que também possui 10 núcleos, mas entre eles existe uma significativa diferença de preço: enquanto o 6950X chegou pelo exorbitante preço de US$ 1.700, o 7900X chega por US$ 1.000, um valor ainda elevado, mas consideravelmente inferior ao do modelo anterior.

Processador é o primeiro Core i9 a chegar ao mercado

O plataforma Intel X-series surge como uma resposta da empresa ao avanço da AMD e seus processadores Ryzen Threadripper (com anúncio marcado para o final de julho). Com a concorrente investindo em processadores com cada vez mais núcleos disponíveis, a Intel traz nessa nova serie seu line-up mais diverso já feito no quesito de número de núcleos, com CPUs que vão desde os quad-cores (quatro núcleos) até modelos impressionantes com 18 núcleos, uma especificação que só víamos em processadores para servidores.

A Intel direciona essa plataforma a entusiastas, produtores de conteúdo e gamers que desejam fazer o streaming ou a captura de suas partidas, e que se beneficiam da quantidade adicional de núcleos e threads para conseguir realizar a captura e compressão do vídeo sem impacto no desempenho do jogo. Também é indicado para usuários avançados que farão uso de uma quantidade absurda de threads, seja em renderizações complexas ou edição de multimídias.

Tecnologias Intel X-series

O principal foco da plataforma X foi trazer um conjunto de produtos com a maior variedade de núcleos disponível, tornando a plataforma a mais escalonável para as necessidades do consumidor e tornando possível optar desde modelos com quatro até 18 núcleos.

Nenhum CPU socket LGA 2066 tem vídeo integrado, mesmo os Core i5

Para tanto, a Intel incluiu na plataforma entusiasta alguns modelos mais básicos, como é o caso do Core i5-7640X, que na prática é apenas um Core i5 Skylake com o soquete para as placas-mãe X299. Isso faz com que os processadores da serie X tenham grandes diferenças de especificações, com modelos mais básicos trabalhando com memórias em dual-channel, sem Hyper-Threading e com 16 linhas PCI, algo bem distante do quad-channel, 44 linhas PCI e, obviamente, Hyper-Threading ativado das CPUs mais potentes.

A serie X da Intel é um pouco confusa, variando muito as specs dependendo da CPU usada

A microarquitetura mantém a litografia de 14 nanômetros e traz como principal novidade uma mudança no cache. A empresa reduziu pela metade a quantidade de L3 Cache (a mais “distante” da CPU) e quadruplicou a quantidade no nível L2, disponibilizando a quantidade massiva de 1MB por núcleo de memória acessa de forma muito rápida pelo processador. Essa é uma mudança importante de abordagem em relação ao cache, já que substitui o uso compartilhado de L3 entre todos os núcleos, algo presente na tecnologia Intel Smart Cache Technology, por uma maior quantidade de memória exclusiva (e mais rápida) para cada núcleo.


Vídeo demonstrando o sistema de cache do Intel Smart Cache Technology

Outra tecnologia introduzida nessa serie é o Intel Turbo Max Techonology 3.0. A tecnologia Turbo Max identifica os núcleos de maior performance e prioriza o seu uso para processos mais intensos. Na nova versão, a 3.0, agora são destacados os dois melhores núcleos de do processador para receberem as tarefas mais pesadas, melhorando o desempenho de atividades que não façam bom uso de múltiplos threads e que acabam concentrando em apenas um core toda a tarefa.

A Intel também introduziu uma evolução importante com esses processadores, a AVX-512. O Intel Advanced Vector Extensions 512 é um conjunto de instruções que tem como principal vantagem possibilitar aos programas unir 8 números dupla precisão, até 16 número de precisão simples, oito números inteiros de 64-bits ou 16 números inteiros de 32-bit em apenas um vector 512-bit. Essa nova especificação possibilita alimentar com o dobro de dados em uma única instrução, comparado ao AVX/AVX2 e até quatro vezes dados mais comparado ao SSE (Streaming SIMD Extensions). 

O AVX-512 foi introduzido com os processadores Xeon Phi, e agora chega aos consumidores domésticos com a geração Skylake-X. Sua principal vantagem é tornar mais eficiente o processamento de atividades de alta demanda. O principal papel dessa nova forma de instruções e manter a evolução da performance em FLOP/seg, entregando um salto de até 2x comparado a gerações anteriores, algo que traz um impacto maior em aplicações específicas que possuem essa demanda de poder de processamento.


Fotos

Abaixo algumas fotos do processador Core i9-7900X, com tamanho semelhante aos modelos socket LGA2011, até porque a diferença de pinos é bem pequena. Sempre lembrando que o nosso modelo é de engenharia, que serve com versão final que vai pro consumidor.

Agora fotos lado a lado todos os modelos comparados na análise, o Core i9-7900X, o Core i7-6950X, o Core i7-7700K e o Ryzen 7 1800X. Também um vídeo que publicados no instagram.

Nas fotos abaixo, colocamos lado a lado o Core i9-7900X (LGA2066) com o Core i7-6950X (LGA2011-v3), modelos que são bastante parecidos em especificações técnicas.

Abaixo outra comparação com um modelo socket LGA 2011-v3, porém agora com o Core i7-5960X. Reparem que os primeiros CPUs socket LGA 2011-v3 tinham um perfil mais alto na base do “PCB” base do processador.

Nas fotos abaixo o novo socket LGA 2066, que serve não apenas para os modelos mais potentes como o Core i9-7900X, mas também para os Core i5 e Core i7 Kaby Lake-X.


Sistema utilizado

Abaixo, detalhes sobre o sistema utilizado para os testes, antes algumas fotos do sistema:

Máquinas utilizadas nos testes:

Todas os sistemas utilizaram os mesmos hardwares para os testes:

– Placa-mãe Asus STRIX X299- Gaming

– Placa de vídeo: NVIDIA GeForce GTX 1080 Founders Edition

– Memórias: 16 GB Kingston HyperX Predator DDR4 2133MHz (2x8GB)

– SSD: Kingston HyperX Savage 240GB Sata 6Gb/s

– HD: Seagate Barracuda 2TB 7200RPM Sata 6Gb/s
– Cooler: Noctua NH-U12S em TODOS os sistemas

– Fonte de energia (PSU): Thermaltake Toughpower 850W PSU

Em nossa opinião o ideal é que TODOS os CPUs usem a mesma

frequência para ver a real diferença de desempenho apenas do CPU

Sistema Operacional e Drivers:

– Windows 10 64 Bits com Updates

– Intel INF 10.1.1.44

– GeForce 384.80

ADICIONAMOS NOVOS TESTES E TESTES ANTIGOS FORAM REFEITOS COM NOVAS CONFIGURAÇÕES QUE SERÃO PADRÃO A PARTIR DE AGORA

Aplicativos/Games:

– Blender [site oficial]

– CineBench R15 [site oficial]

– x264 Full HD Benchmark [download]

– HWBot x265 Benchmark [site oficial]

– wPrime 1.55 [site oficial]

– WinRAR 5.40 [site oficial]

– 3DMark (DX11)

– Battlefield 1 (DX11)

– Grand Theft Auto V (DX11)

– The Division (DX12)

– The Witcher 3 (DX11)

CPU-Z

Através do CPU-Z vemos algumas informações técnicas do processador, como modelo, memória cache, clocks, número de núcleos e threads etc. É importante destacar que o CPU é a versão de engenharia, o CPU-Z em sua versão 1.80 já mostra ele com o nome correto, já o AIDA mesmo em sua versão beta mais recente ainda mostra como sendo um Core i7.

Alguns softwares mostram Core i7-7900X ao invés de Core i9-7900X

​Overclock

Por se tratar de um processador destinado a usuários entusiastas, além de forçar que os demais componentes do sistema também sigam esse caminho, praticamente por obrigação os processadores “Core-X” são sempre overclockáveis, ao contrário de modelos da linha Core “tradicional” que as vezes não trazem essa característica.

O Core i9-7900X se comportou bem e mal em nossos testes, chegou a 4.8GHz sem problemas no processo de overclock, porém esquentou bastante em alguns núcleos quando o overclock subia todos os cores, coisa que não acontecia quando subíamos os clocks dos cores escalonadamente.

Trabalhamos quase sempre com uma tensão baixa, 1.31v no overclock escalonado e 1.35v no overclock de todos os núcleos em clock iguais, apenas nos testes de renderização de vídeo e imagem foi necessário subir a tensão para 1.38v para que os mesmos finalizassem no OC de todos os núcleos iguais.

Em todos nossos testes de CPU nunca usamos memórias
com frequência diferente de 2133MHz, porém adicionamos em 2666MHz
a pedido de alguns leitores

Temos uma consideração bem importante aqui. Sempre procuramos em nossas análises chegar ao limite de overclock com um cooler a ar, porém ficou evidente que esse processador poderia ir além e a temperatura acabou criando limitações. Quando overclockamos todos os núcleos para 4.8GHz ou mesmo 4.9GHz(que ele chegou estável), o sistema batia os 100º graus em alguns núcleos, isso gerava testes com resultados abaixo do esperado, possivelmente resultado das altas temperaturas e o downclock que o CPU faz automaticamente para evitar danos ao chip. Nos testes onde a temperatura não subia tanto ele se mostrava muito mais eficiente, o esperado quando se overclocka um componente.

Isso mostra um evidente problema de thremal throttling dessa CPU. Com as temperaturas beirando o limite aceitável de operação, o processador é obrigado a “tirar o pé do acelerador”, reduzindo sua performance para que não aumente ainda mais as temperaturas e o sistema seja forçado a um desligamento emergencial porque o chip está literalmente fritando.

Após detectar isso, instalamos um liquid cooler, modelo CM Nepton 280L, pra verificar se uma solução mais eficiente de resfriamento ajudaria a alcançar resultados superiores. Com ele os testes onde o sistema tinha resultados aquém do esperado, tivemos resultados melhores já que o “Core #0” trabalhou em temperaturas mais baixas do que quando rodando com o cooler a ar, porém as temperatura continuaram altíssimas em alguns cores como podem ver na imagem abaixo com o CPU overclockado para 4.8GHz em todos os núcleos. Ou seja, apesar do liquid cooler ser mais eficiente, vários núcleos continuaram operando em temperaturas altíssimas, sem contar que o sistema detecta essas temperaturas e aumenta a rotação dos FANs do cooler tornando o ruído altíssimo.

Temperaturas se mostraram um sério problema no overclock do Core i9-7900X

Abaixo temos duas imagens, a da esquerda com TODOS os núcleos overclockados, a da direita com overclock escalonado, onde os primeiros ficaram em 4.7GHz e foram caindo gradativamente. Em ambos os casos nos testes abaixo o cooler utilizado era um ai-cooler Noctua NH-U12S.

Isso indica mais uma vez a fragilidade da solução térmica da Intel, que utiliza uma pasta térmica entre o die da CPU e o heat spreader (aquela tampinha de metal no topo da CPU) de aparente baixa eficiência. Esse recurso já vem sendo criticado faz algumas gerações, com o ápice sendo marcado pela popularização da técnica do delid, quando usuários retiram o heat spreader e trocam a pasta térmica para obter melhores resultados. O uso do resfriamento líquido em nossos testes reduziu um pouco as temperaturas e trouxe um ganho de desempenho, porém visivelmente não sanou o problema.

A pasta térmica entre o die e a heat spreader limita a eficiência térmica do 7900X, independente da solução de resfriamento que você usar

Assim temos um claro indicativo que nosso maior empecilho no controle da temperatura é pouca dissipação de calor entre o die e o heat spreader do próprio CPU, algo que sem um delid do processador não é  possível melhorar.

Nas screens abaixo temos o CPU-Z e AIDA mostrando os overclocks aplicados, que, novamente ressaltamos, não recomendamos devido as temperaturas fora do normal em vários núcleos em uso intenso, mesmo com liquid cooler.


Consumo e Temperatura

Fizemos os testes de consumo de energia do sistema em modo ocioso e rodando o 3DMark, aplicativo que exige bastante do sistema.

É importante destacar que o consumo de energia depende bastante da placa-mãe e pode variar consideravelmente de um sistema para outro com configurações semelhantes. Alguns modelos da Asus como da série Strix por exemplo, já aplicam overclock automaticamente no sistema, entregando mais desempenho e mais consumo de energia por tabela.

IDLE (Sistema ocioso)

Começamos pelo teste com o sistema em modo ocioso.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Sistema ocioso (idle)

OBS.:

  • Consumo do sistema inteiro
  • Resultados em Watts
  • Quanto MENOR, melhor

[ Consumo de Energia | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos



Rodando o 3DMark

Quando colocamos os sistemas rodando o 3DMark, temos os consumos abaixo:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Rodando 3DMark

OBS.:

  • Consumo do sistema inteiro
  • Resultados em Watts
  • Quanto MENOR, melhor

[ Consumo de Energia | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos



Temperatura

Começamos pelos testes de temperatura, como o sistema em modo ocioso e rodando o wPrime, aplicativo que “estressa” todos os núcleos dos processadores.

IDLE (Sistema ocioso)

Começamos pelo teste com o sistema em modo ocioso, com o Windows em espera sem estar executando nenhuma tarefa além das tradicionais do sistema.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Sistema ocioso (idle)

OBS.:

  • Temperatura ambiente ou no máximo 25ºC
  • Medida em graus Celsius
  • Quanto MENOR, melhor

[ Temperatura (CPU) | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 6

Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos



Rodando o wPrime

Quando colocamos os sistema rodando o aplicativo wPrime, que faz todos os núcleos trabalhem em modo full, temos os consumos abaixo:

No Oc de 4.8GHz, apesar do primeiro núcleo não passar de 94º graus,

alguns superaram os 100º

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Rodando wPrime

OBS.:

  • Temperatura ambiente ou no máximo 25ºC
  • Medida em graus Celsius
  • Quanto MENOR, melhor

[ Temperatura (CPU) | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 6

Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos



OBS.: Todos os processador utilizaram o mesmo cooler visando dar uma noção exata de quanto cada CPU esquenta.

Testes de desempenho

Abaixo temos uma série de testes de desempenho com o sistema, comparando o processador analisado com outros modelos do mercado e fazendo exatamente os mesmos testes.

É importante deixar bem claro que alguns testes podem tirar maior proveito de processadores

com clocks mais altos, independente da arquitetura e do número de núcleos/threads,

já outros podem tirar mais proveito de mais núcleos

Blender

O aplicativo Blender é voltado a profissionais de edição de filmes e para manipulação de objetos 3D, sendo um bom teste real de como o sistema se comporta nesse tipo de cenário.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

BMW Benchmark (CPU)

[ Blender | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



CineBENCH R15

Iniciamos os testes de desempenho em aplicações com o CineBench, que testa o processador convertendo uma imagem. Fizemos teste em Single e Multi Core também:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

R15: Teste modo CPU (single core)

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ CineBENCH | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)




CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

R15: Teste modo CPU (multi)

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ CineBENCH | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



x264 Full HD Benchmark

Em um teste de conversão de vídeo Full HD, temos os seguintes resultados:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Padrão

OBS.:

  • Resultados em FPS
  • Quanto MAIOR melhor

[ x264 FULL HD | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



HWBot x265 Benchmark

Com o aplicativo de benchmark de renderização do HWBot, temos um teste renderizando com codec x265, tanto em FullHD como em 4K:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1080p (FullHD), Default

OBS.:

  • Resultados em FPS
  • Quanto MAIOR melhor

[ HWBOT x265 Benchmark 2.0 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

2160p (4K), Default

OBS.:

  • Resultados em FPS
  • Quanto MAIOR melhor

[ HWBOT x265 Benchmark 2.0 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)




WinRAR

Outro bom teste para medir o comportamento do processador é o WinRAR, que consegue fazer bom uso de todos os cores.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Padrão

OBS.:

  • Pontuação calculada pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor.

[ WinRAR | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



wPrime

Rodando o wPrime, teste que estressa todos os cores do processador, temos os resultados abaixo:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1024M (HWBot v1.55)

OBS.:

  • Resultados em segundos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MENOR, melhor

[ wPrime | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



3DMark

Começamos nossos testes com foco em vídeo com o 3DMark, mas por enquanto com a placa de vídeo dedicada.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

Fire Strike (default)

OBS.:

  • Resultados em pontos calculados pelo aplicativo
  • Quanto MAIOR, melhor

[ 3DMark | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)



Teste em games

Agora vamos para os games, selecionamos alguns dos principais títulos do mercado para mostrar como os processadores se comportam utilizando configurações semelhantes, sendo sempre a mesma placa de vídeo, uma GTX 1080, e 16GB de RAM através de 2 módulos de 8GB.

Battlefield 1

Como um dos games com a melhor qualidade gráfica já lançados, agora o Battlefield 1 faz parte de nossa bateria de testes. Abaixo o comportamento dos sistemas rodando o game da DICE.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920×1080, DX11, Ultra

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Battlefield 1 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores




CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

3840×2160, DX11, Ultra

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11 e 12
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Battlefield 1 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos





GTA V

Grand Theft Auto V está entre os maiores sucessos dos últimos anos, trazendo entre seus destaques boa qualidade gráfica. Ele é um dos games que mais faz uso do CPU, sendo um ótimo teste para ver o comportamento e diferença entre esse componente. Confiram abaixo os resultados nesse game:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920×1080, Pass 4 – Ultra

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Grand Theft Auto V | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)




CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

3840×2160, Pass 4 – Ultra

OBS.:

  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Grand Theft Auto V | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores





The Division – DX12

O game da Ubisoft é uma proposta bastante ambiciosa de criar uma Nova Iorque “viva” em partidas com multiplayer totalmente online. The Division usa um motor gráfico próprio desenvolvido pela Ubisoft Massive, e precisa lidar com cenários complexos e grandes quantidades de partículas na tela, com destaque para a neve que ocasionalmente cai em alguns momentos. Ele é nosso escolhido para o teste sobre a API DX12.

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920×1080, DX12, Ultra

OBS.:

  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Tom Clancy’s The Division | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos




CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

3840×2160, DX12, Ultra

OBS.:

  • Resultados em FPS médio
  • Quanto MAIOR, melhor

[ Tom Clancy’s The Division | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos





The Witcher 3

The Witcher 3 foi lançado como referência em qualidade gráfica para PC, sendo um dos games mais interessantes da atualidade para medir desempenho de placas de vídeo e processador. Nesse teste temos um cenário diferente do que usamos em análises de placas de vídeo, visando forçar mais o processador. Abaixo os resultados dos sistemas comparados:

CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

1920×1080, CPU – Ultra

OBS.:

  • Quanto maior, melhor
  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultado do FPS médio

[ The Witcher 3 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores




CONFIGURAÇÃO PARA O TESTE:

3840×2160, CPU – Ultra

OBS.:

  • Quanto maior, melhor
  • Game baseado em DirectX 11
  • Resultado do FPS médio

[ The Witcher 3 | Intel Core i9-7900X ] Hardwares Comparados: 7

AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


AMD Ryzen 7 1800X @ DDR4 2666MHz (AGESA 1006a)


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.7GHz em 2 cores


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos


Intel Core i9-7900X @ 4.8GHz em todos os núcleos



Comparativo em vídeo

Análise do percentil

 

AVALIAÇÃO:

Performance

Tecnologias

Overclock

Preço

Conclusão

Com a concorrência batendo à porta, a Intel trouxe uma importante redução do preço de sua CPU com 10 núcleos e 20 threads, que deixou de ser seu modelo mais poderoso para HEDT. O Core i9-7900X chega com um preço que é quase a metade do praticado no Core i7-6950X, algo que é bem-vindo apesar de continuar sendo um processador caríssimo de mil dólares.

Quando comparamos a evolução em relação ao seu antecessor, temos resultados interessantes. Alguns momentos ele consegue ganhos expressivos em softwares como o HWBot, Blender e no CineBench, enquanto algumas pontuações anômalas como o WinRAR nos dão pistas que a plataforma ainda não está 100% madura em alguns softwares. 

Essa é uma CPU para aplicações profissionais, servindo para jogos mas por um custo elevado demais

Como se trata de uma plataforma entusiasta, seu alto consumo de energia não chega a ser um grande problema, já que aqui o foco é maior na performance do que na eficiência, e com isso em mente é decepcionante os resultados que obtivemos em overclock. O chip mostra potencial de atingir altas frequências, porém damos de cara com a ineficiência da solução térmica da própria Intel que faz com que o chip alcance seu limite térmico em nossos testes. Mesmo melhorar o sistema de resfriamento em uso não é suficiente, já que a falha já acontece na dissipação do calor do die da CPU para o heat spreader, algo que só se soluciona com o delid do processador. Isso é frustrante em um produto tão caro. e que obviamente é voltado para entusiastas.

A temperatura é uma séria limitação do overclock do Core i9-7900X

Esse aquecimento não inutiliza o produto, e em seu clock padrão ou escalonando em pares o overclock ele mantém temperaturas aceitáveis. O que fica evidente é que o TIM (thermal interface material), que fica entre o die do processador e a “tampa metálica” no topo do produto, se torna rapidamente seu maior limitador no resfriamento do sistema se você overclocka o 7900X.

Esse é um processador para quem precisa de alto poder de processamento e que fará uso de sua quantidade massiva de threads em softwares como os de renderização de vídeos ou elementos em 3D. Para os gamers, como já temos percebido ao longo de várias análises de CPUs ao longo do tempo, não tiram muita vantagem de processadores com mais de 8 threads, e muito do tempo o Core i9-7900X não entregou um desempenho superior capaz de justificar sua compra no lugar do muito mais barato Core i7-7700K, por exemplo.

O Core i9-7900X é uma boa opção para quem precisa de alto poder de processamento em uma CPU com muitos threads

PRÓS

  • Grande quantidade de núcleos e threads

  • Alta performance

  • Preço bem abaixo do Core i7-6950X

  • GPU Boost 3.0 e suporte ao AVX-512

CONTRAS

  • Alto custo

  • Péssima dissipação de calor em overclock

  • Pouco ganho em games comparado a CPUs muito mais baratas




Source link

Comentários